Gerson Sorgetz

Gerson Sorgetz

Sou natural de Gramado e aprecio temas da política, pois trata-se de uma herança familiar. “Sempre bom lembrar que meu pai, seu Rudy Sorgetz (in memoriam), foi o primeiro Diretor-Secretário da Câmara de Vereadores de Gramado e gostava de política”.

SAIBA MAIS

Gramado in Concert premias finalistas do III Concurso Jovens Solistas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta terça-feira, 11 de fevereiro, foi realizada no Serrazul Hotel, a grande final do III Concurso Jovens Solistas. Após a semifinal, quatro excelente músicos se apresentaram em frente a uma comissão de avaliação especialmente selecionada. A banca de jurados foi formada pelo maestro e coordenador artístico do evento, Leandro Serafim; o maestro e diretor artístico, Linus Lerner; a cantora mexicana Liliana de Conde; o saxofonista Douglas Braga; o trompetista Fábio Brum, da Espanha;  o pianista Lachezar Stankov, da Bulgária; o violonista Daniel Wolff e o contrabaixista Petru Iuga, da Alemanha. Em ambas as etapas, os candidatos tiveram dez minutos para se apresentar.

A vencedora foi a cantora Paolla Soneghetti que interpretou a obra “Un bel di, vedremo”, da ópera Madame Butterfly, de Puccini. Natural do Rio de Janeiro, Paolla é Bacharel em Canto pela UFRJ e formou-se também pela Academia de Ópera Bidu Sayao do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.  Segundo ela, o primeiro lugar “além de ser uma conquista pessoal, é também uma grande conquista para o canto lírico, trazendo visibilidade pra essa arte. Em um festival que engloba todos os instrumentos e traz músicos excelentes, é uma honra ter meu trabalho reconhecido desta forma e significa que estou no caminho certo. Meu objetivo sempre foi o de uma carreira como solista em óperas, preferencialmente fora do Brasil. Então, ganhar este festival me proporciona conhecerem melhor o meu trabalho e que futuras oportunidades surjam em cima do palco. Serei sempre muito grata ao Gramado in Concert.”

O segundo lugar foi para Eduardo Filippe de Lima que com seu clarinete interpretou o Concerto K622 para Clarinete e Orquestra de Mozart. A terceira colocação foi do violonista gaúcho Bruno Duarte que tocou o Concierto de Aranjuez II – Adágio. A intepretação de Bruno também rendeu a Escolha do Público. Cabe destacar que é a terceira vez que Bruno participa do evento, sendo por três vezes consecutivas escolhido em terceiro lugar pelos jurados e duas pelo público. Formado em música e cursando mestrado pela UFRGS, Bruno é professor de violão e pretende seguir a carreira acadêmica.

O evento acontece ao longo de nove dias –  iniciou dia 7 de fevereiro e vai até o dia 15 – oferecendo o melhor da música erudita em uma programação totalmente gratuita com concertos de orquestras, grupos de câmara e solistas além de oficinas que recebem cerca de 400 alunos do Brasil e América Latina.

Foto – Rafael Cavalli

Outras Notícias