Gerson Sorgetz

Gerson Sorgetz

Sou natural de Gramado e aprecio temas da política, pois trata-se de uma herança familiar. “Sempre bom lembrar que meu pai, seu Rudy Sorgetz (in memorian), foi o primeiro Diretor-Secretário da Câmara de Vereadores de Gramado e gostava de política”.

SAIBA MAIS

Geral adota medidas radicais de segurança na coleta de lixo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Disposta a aumentar a segurança de seus colaboradores e a cumprir a decisão judicial após a prorrogação da liminar que concedeu prazo até 26 de setembro, a Geral, empresa responsável pelo recolhimento do lixo em Canela, Gramado e São Francisco de Paula, retirou as plataformas dos caminhões onde os garis ficavam durante a coleta de resíduos. Com isso, desde quinta-feira (25), os trabalhadores permanecem na cabine do caminhão e só saem após a parada total do veículo.

De acordo com o diretor da empresa, Gerson Bitelo, a decisão atende solicitação do Ministério do Trabalho e Emprego de Caxias do Sul para que os trabalhadores não sejam mais transportados na parte traseira dos caminhões. “Estamos fazendo nossa parte. Esperamos que o MTE tenha a mesma preocupação em relação à CODECA, empresa municipal que atua na cidade do Ministério do Trabalho e Emprego, e que segue realizando a coleta com seus trabalhadores pendurados na parte detrás dos caminhões, conforme constatamos esta semana”, destacou. A imagem postada mostra isto feito pela Codeca.

Na última semana, uma gari caiu de um caminhão da Codeca e permanece em estado grave. “É preciso que o MTE tenha o mesmo critério em relação a todas as empresas, sejam elas públicas ou privadas. Do contrário, podemos pensar que o rigor da lei vale apenas para a Geral Transportes”, definiu.

Atuando há 15 anos no mercado, a empresa jamais registrou acidente de trabalho em suas dependências ou no trabalho de coleta.

Foto: divulgação

Outras Notícias